Publicado em

Servidor Dedicado Nacional – Benefícios

Por que contratar um Servidor Dedicado Nacional?

Por meio da internet, é fácil entrar em contato e fechar negócios com empresas de qualquer lugar do mundo. Optar por uma marca nacional de servidor dedicado pode evitar muita dor de cabeça para você e seu negócio. Veja algumas delas:

servidor dedicado nacional 

O serviço seguirá as normas do Brasil – Servidor Dedicado Nacional

É imprescindível saber quais são os riscos e as consequências jurídicas ao armazenar dados fora do território nacional. No caso de arquivamento de informações fora do país é preciso definir qual lei vai prevalecer.

Uma vantagem de contratar uma solução nacional é que os contratos seguirão as regras do Código Civil Brasileiro. você não precisará contratar um advogado para entender as leis internacionais e reivindicar seus direitos.

Informações protegidas – Servidor Dedicado Nacional

Garantir a segurança dos dados e estabelecer os limites da privacidade é essencial! Procure em contratar uma solução confiável para sua empresa.

Caso o servidor esteja alocado em determinado país com políticas rígidas, é preciso levar em consideração que as informações da sua empresa podem ser acessadas, mesmo sem autorização prévia, e você não poderá fazer nada para evitar. Por isso, ao adotar uma solução nacional, o risco desse tipo de imprevisto acontecer é mínimo.

Contratos em português – Servidor Dedicado Nacional

Estabelecer, por escrito, as responsabilidades de cada um é um dos primeiros passos para garantir um serviço de alta qualidade. Cada cláusula do contrato de prestação de serviço precisa ser cuidadosamente analisada para evitar surpresas desagradáveis.

Por exemplo, como definir as penalidades por descumprimento do acordo, apagões de energia ou vazamento de informações? Ao hospedar em um país no exterior, é preciso verificar como o governo local avalia cada tipo de incidente com armazenamento de dados. Já no caso da contratação de um cloud brasileiro, não é preciso passar por esse tipo de procedimento.

Suporte local – Servidor Dedicado Nacional

Imprevistos acontecem e podem custar muito mais do que você imagina. A facilidade ao contratar o serviço pela internet não significa que o suporte será igualmente simples na hora de lidar com problemas nos data centers.

Por exemplo, ao contratar um cloud que esteja alocado fora do país existe a possibilidade de você ter de se locomover e ir pessoalmente resolver o problema. Mas, se a empresa tem sede no Brasil, os custos serão bem mais baixos, caso demande um deslocamento.

Além da grande vantagem ter todo o atendimento feito em português!

Agora que  já conhece os motivos pelos quais deve optar por um serviço de cloud nacional, conheça também as soluções da Server Media!

Entre em contato pelo site: www.servermedia.com.br ou (13) 3321-4028/0800 892 1111

 

Gostou do artigo? Então curta e compartilhe Facebook !

Ficou com alguma dúvida ou quer contribuir sobre o conteúdo que tratamos no texto? Quer deixar algumas sugestão para futuros artigos? Escreva abaixo!

Publicado em

Windows ou Linux, qual sistema escolher?

Windows ou Linux? Qual melhor sistema operacional?

windows ou linux

Como escolher sem saber a diferença?

Esta em dúvida? Veja aqui algumas diferenças e escolha a melhor opção para sua empresa!

Acesso ao código-fonte – Windows ou Linux

Esta é um das distinções principais entre Windows e Linux, e é basicamente o que norteia a escolha dos apaixonados pelo segundo SO. No linux o seu código-fonte pode ser acessado e alterado por qualquer usuário do sistema. Já o Windows possui código-fonte restrito, ou seja, você não tem direito de fazer qualquer alteração no código do kernel do sistema.

Nível de liberdade de licença – Windows ou Linux

O Linux dá uma maior autonomia para que você possa fazer cópias de distribuição sem maiores problemas. Além de permitir que você, caso queira, produza um aplicativo para o SO e comercialize-o sem ter que pedir autorização à empresa.

Já com o Windows, caso você tenha comprado somente uma licença de uso, não poderá instalá-lo em mais de uma máquina.  Não podendo comercializar aplicativos feitos para esse SO.

Instalação de aplicativos – Windows ou Linux

O Linux possui uma instalação centralizada de aplicativos já o Windows é descentralizada.

Em outras palavras, o Linux possui um gerenciador específico para a instalação, permite baixar e instalar os aplicativos que deseja.

Já o Windows faz com que você tenha que ir até o site que contenha o arquivo do programa que deseja instalar. Baixá-lo, para depois buscar o instalador para que ele seja executado. Este processo deixa margem para o download de vírus disfarçados de programa.

Suporte aos usuários – Windows ou Linux

O Windows possui um suporte institucionalizado, ou seja, feito através de help-desk pago. As questões mais comuns ficam disponíveis no site da plataforma e diversos fóruns.

O Linux, por outro lado, possui uma ampla rede de fóruns de suporte gratuito. Porém, se o seu problema é urgente, pode ser que seja preciso esperar longas horas até obter uma resposta. É também possível conseguir suporte pago para Linux.

Linha de comando – Windows ou Linux

O Windows possui uma preferência por alterações através da interface gráfica. Assim, o acesso a linha de comando não é intuitivo — você tem que ir em “executar” e entrar com “cmd”.

Já com o Linux é o contrário — por ser um sistema Open Source, que prioriza as modificações do usuário, é super natural que a linha de comando fique evidente e seja fácil de ser acessada.

Outras diferenças:

  • O Windows é pago. O linux é free
  • A maioria dos softs que rodam no Windows são pagos. A totalidade dos softs para Linux são free
  • O Windows é mais disseminado.
  • Embora haja controvérsias, o Windows é mais simples de instalar e operar. O Linux exige mais conhecimento.

Agora que já sabe um pouco mais sobre os sistemas operacionais, qual se adapta melhor ao seu negócio?

Nós temos ótimas soluções de servidores dedicados, sejam eles servidores Windows ou Servidores Linux!

Precisa contratar um Cloud ou Servidor Dedicado?

Faça já sua contratação!  www.servermedia.com.br ou (13) 3321-4028/ 0800 892 1111

 

Gostou do artigo? Curta e compartilhe no Facebook !

Ficou com alguma dúvida ou quer contribuir sobre o conteúdo que tratamos no texto? Quer deixar algumas sugestão para futuros artigos? Escreva seu comentário abaixo!

Publicado em

Servidor Dedicado, quando contratar gerenciamento?

Servidor Dedicado ou VPS, quando contratar gerenciamento?

servidor dedicado

Quando contratamos um Servidor Dedicado ou VPS no Brasil sempre vem a pergunta com ou sem gerenciamento?

Como saber se vamos precisar ou não? Abaixo segue algumas dicas que irão te auxiliar a escolher!

Para algumas empresas possuir um serviço de gerenciamento pode ser desnecessário, agora se sua empresa se enquadra nos itens citados abaixo é bom começar a pensar sobre a real necessidade de contratar um gerenciamento para seu Servidor Dedicado Brasil!

Possuí um negócio e não tem um profissional para administrar seu Servidor Dedicado?

Todos nós sabemos que a internet é uma porta aberta, caso seu servidor esteja desprotegido ele pode ficar vulnerável a ataques. Estes ataques podem causar um constrangimento muito grande ao cliente de um servidor dedicado. Por este motivo, para clientes com pouca experiência indicamos Servidor Dedicado com gerenciamento.

Você precisa de um atendimento exclusivo para seu negócio?

Embora o nosso suporte técnico seja eficiente e atencioso, existem algumas coisas que nós não podemos nos responsabilizar. Entre elas estão a configuração do sistema operacional e/ou má utilização do serviço. Com o gerenciamento de servidores, nossa equipe fica responsável em resolver qualquer eventual problema. Seja relacionado a seu VPS Windows no Brasil ou VPS Linux. Podem também resolver os problemas causados dentro de seu servidor que possa ter sido gerado por uma má configuração.

Você deseja ganhar tempo para cuidar de seu negócio online?

Você possui o conhecimento mas não tem tempo para cuidar de seu servidor dedicado ?  É bem aconselhável que você utilize um serviço de gerenciamento, pois assim você terá um suporte qualificado apenas com um chamado ou telefonema.

Existem também outros diversos fatores que implicam na realização de um gerenciamento de servidores para isso você precisa tornar o seu negócio online.

Esta interessado em um Servidor Dedicado Brasil! Temos um excelente serviço com ou sem gerenciamento!

Entre em contato pelo site: www.servermedia.com.br ou (13) 3321-4028/0800 892 1111

 

Gostou do artigo? Então curta e compartilhe Facebook !

Ficou com alguma dúvida ou quer contribuir sobre o conteúdo que tratamos no texto? Quer deixar algumas sugestão para futuros artigos? Escreva abaixo!

 

 

 

 

Publicado em

Ataque de negação de serviço – DDoS

Ataque de negação de serviço – DDoS

Um ataque de negar o serviço (também conhecido como DoS Attack, um acrônimo em inglês para Denial of Service), é uma tentativa de tornar os recursos de um sistema indisponíveis para os seus utilizadores. Alvos típicos são servidores web, e o ataque procura tornar as páginas hospedadas indisponíveis na WWW. Não se trata de uma invasão do sistema, mas sim da sua invalidação por sobrecarga. Os ataques de negação de serviço são feitos geralmente de duas formas:

  • forçar o sistema vítima a reinicializar ou consumir todos os recursos (como memória ou processamento por exemplo) de forma que ele não possa mais fornecer seu serviço;
  • obstruir a mídia de comunicação entre os utilizadores e o sistema vítima de forma a não se comunicarem adequadamente.

Para isso, o atacante utiliza técnicas enviando diversos pedidos de pacotes para o alvo com a finalidade de que ele fique tão sobrecarregado que não consiga mais responder a nenhum pedido de pacote. Assim, os utilizadores não conseguem mais acessar dados do computador por ele estar indisponível e não conseguir responder a nenhum pedido.

Ataque distribuído

Num ataque distribuído de negação de serviço (também conhecido como DDoS, um acrônimo em inglês para Distributed Denial of Service), um computador mestre denominado master pode ter sob seu comando até milhares de computadores zombies, literalmente zumbis. Nesse caso, as tarefas de ataque de negação de serviço são distribuídas a um “exército” de máquinas escravizadas.

O ataque consiste em fazer com que os zombies (máquinas infectadas e sob comando do Mestre) se preparem para aceder a um determinado recurso num determinado servidor numa mesma hora de uma mesma data. Passada essa fase, na determinada hora, todos os zombies (ligados e conectados à rede) acedem ao mesmo recurso do mesmo servidor. Como servidores web possuem um número limitado de utilizadores que pode atender simultaneamente (slots), o grande e repentino número de requisições de acesso esgota esse número, fazendo com que o servidor não seja capaz de atender a mais nenhum pedido.

Dependendo do recurso atacado, o servidor pode chegar a reiniciar ou até mesmo ficar travado.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ataques de negação de serviços

O principal objetivo de um ataque de negação de serviço é deixar um recurso computacional inacessível aos seus utilizadores legítimos. As duas classes principais de métodos de ataque são diminuição de largura de banda e esgotamento de recursos. Ataques de diminuição de largura de banda são caracterizados pelos ataques por inundação e amplificação. Ataques de esgotamento de recursos são ataques que fazem uso indevido dos protocolos de comunicação de rede ou enviam pacotes de rede malformados.

Ataques por inundação

Ataques por inundação se caracterizam por enviarem um grande volume de tráfego ao sistema da vítima primária de modo a congestionar a sua banda. O impacto deste ataque pode variar entre deixar o sistema lento, derrubá-lo ou sobrecarregar a banda da rede da vítima.

Ataques por amplificação

Ataques por amplificação se caracterizam por enviarem requisições forjadas para uma grande quantidade de computadores ou para um endereço IP de broadcast, que por sua vez responderão às requisições. Forjando o endereço IP de origem das requisições para o endereço IP da vítima primária fará com que todas as respostas sejam direcionadas para o alvo do ataque. O endereço IP de broadcast é um recurso encontrado em roteadores. Quando uma requisição possui um endereço IP de broadcast como endereço de destino, o roteador replica o pacote e o envia para todos os endereços IP dentro do intervalo de broadcast. Em ataques por amplificação, endereços de broadcast são usados para amplificar e refletir o tráfego de ataque, reduzindo então a banda da vítima primária.

Proteção DDoS

Ataques de negação de serviço estão aumentando e têm se convertido em desafios de segurança complexos para organizações grandes e pequenas. Apesar de os ataques DDoS não serem um fenômeno recente, os métodos e recursos disponíveis para conduzir e mascarar tais ataques têm evoluído drasticamente. Por este motivo é que a Server Media investe na proteção DDoS, onde ela é utilizada para mitigar ataques DDoS de várias formas e tamanhos como inundações HTTP, inundação DNS, amplificação NTP, amplificação SSDP, fragmentação IP, inundação SYN, inundação UDP, TCP, camada de aplicação etc.

Veja na figura abaixo como funciona uma proteção DDoS:

DDoS

A nossa proteção DDoS impede a entrada de ataques não prejudicando a qualidade de nossos serviços!

 

Gostou do artigo? Curta e compartilhe no Facebook !

Ficou com alguma dúvida ou quer contribuir sobre o conteúdo que tratamos no texto? Quer deixar algumas sugestão para futuros artigos? Escreva seu comentário abaixo!

 


		
Publicado em

Como atualizar o cPanel WHM

Como atualizar o cPanel – O cPanel possiu uma ferramenta de atualização bastante simples, este artigo  vai te ensinar de forma rápida e breve a configurar a atualização automática.

Configurar as preferências de atualização do cPanel

Primeiramente, devemos configurar as políticas de atualizações do cPanel.

Dentro do WHM, no menu esquerdo, clique sobre Update preferences, que fica dentro da aba Server Configuration.

Na opção Release tier, devemos manter a opção padrão, RELEASE. Desta forma o cPanel será atualizado sempre com as versões atuais e estáveis.  Existem outras opções como CURRENT (versão mais nova, porém sem estabilidade garantida) ou EDGE (para versões recentes e ainda não testadas).

atualizar o cPanel

Logo abaixo, na opção Daily Updates, podemos configurar a atualização do cPanel para automática ou manual. Recomendamos usar a opção Automatic. Desta forma, o cPanel será atualizado automaticamente sempre que surgir um update de segurança ou melhoria.

Na opção Operating System Package Updates, podemos configurar as políticas para atualizar o pacotes do Linux (CentOS). Recomendamos manter a atualização automática.

Também é possível configurar a política de atualização do SpamAssassin. Recomendamos manter sua atualização automática.

Ao final, clique em Save.

Agora estamos prontos para prosseguir, e de fato, atualizar o cPanel WHM.

Iniciando o procedimento para atualizar o cPanel

No menu a esquerda, clique sobre Upgrade to Latest Version

A opção “

Em seguida, clique sobre Click to Upgrade

A atualização irá demorar alguns minutos, e em instantes, seu servidor cPanel estará atualizado.

Atualização avançada, através de linha de comando

O cPanel também pode ser atualizado via linha de comando, via SSH:

Atualização comum

Atualização forçada, reinstalando todos os módulos e componentes

Publicado em

Como Configurar o cPanel WHM

Neste tutorial, iremos ensinar a configurar o cPanel WHM em um servidor.

Primeiramente, acesse o WHM através do link: http://ip_do_servidor:2086

Use o login é root e a mesma senha de root (administrador) do servidor.

Passo 1 – Contrato de licença

Após ler o contrato e os termos de licença do cPanel, clique em I Agree, go to step 2

Passo 2 – Configurar a rede do cpanel

Neste passo vamos informar o e-mail do administrador do servidor. Através deste e-mail serão enviados alertas e notificações sobre contas, problemas, ou falhas no serviço. No campo Server hostname , informe um nome de host para seu servidor. Recomendamos que seja algo similar a servidor.meusite.com Nunca coloque www.meusite.com , ou apenas meusite.com , pois isto irá gerar conflitos no futuro.

Em seguida, clique em Save & Go to Step 3

Passo 3 – Configuração dos endereços IP

Em “IP Address(es) to add“, insira o IP secundário do seu servidor , e clique em Add Ip(s) O cPanel precisa sempre de pelo menos 2 IPs , para realizar o serviço de DNS para os sites hospedados.

Em seguida, clique em Save & Go to Step 4

Passo 4 – Servidores DNS (Nameservers)

Nesta etapa, recomendamos não realizar nenhuma alteração. Apenas clique em Save & Go to Step 5

Passo 5 – Serviços

Neste passo pode-se configurar os servidores de FTP e email do servidor.

Recomendamos manter as configurações padrão, sem alterações.

Clique em  Save & Go to Step 6

Passo 6 – Configurar o cPanel WHM com Quotas

Neste passo, utilizaremos o padrão: filesystem com quotas, ou seja, com limitação de espaço por usuário.

Clique em Finish Setup Wizard

Pronto! Você concluiu a configuração do cPanel

Publicado em

Como Instalar o cPanel em um servidor novo

Instalar o cPanel em um servidor dedicado ou servidor cloud é bastante simples. O cPanel é o painel de controle para hospedagem de sites mais utilizado da atualidade.

O cPanel é composto, basicamente, por duas partes:

  • WHM , que é o módulo da revenda de hospedagem , aonde pode-se configurar todo o servidor, criar contas de hospedagem e fazer todo o gerenciamento;
  • cPanel , que é o módulo do cliente , aonde se pode criar bancos de dados, contas de e-mail, gerenciar arquivos, etc.

A licença do cPanel tem um custo mensal. Isto varia de acordo com cada empresa. Licenças para servidores cloud ou servidores VPS são mais baratas do que as licenças para servidores dedicados.

Para começar a  instalar precisamos ter um servidor com acesso root (administrador), rodando Linux CentOS. Usaremos o Putty para realizar a conexão SSH ao servidor.

Preparando o servidor

Primeiramente, vamos instalar o wget, que será usado para fazer o download do cPanel.


Iniciando a instalação do cPanel

Em seguida, vamos baixar o instalador e executar a instalação com esta sequencia de comandos:

cPanel
Pronto! A instalação irá começar, e levará algum tempo para ser concluída.

Instalação concluída! Vamos agora validar a licença do cPanel

Após a conclusão, será necessário validar a licença do cPanel. Para isso, é necessário contactar seu provedor de hospedagem.

Para isso, execute o comando:

Para verificar se o servidor possui uma licença ativa, acesse https://verify.cpanel.net/  e informe o endereço IP do seu servidor aonde deseja instalar o cPanel.

 

Caso o status esteja “active“, isto significa que a licença cPanel é válida para instalar o cPanel.

Acessando o WHM pela primeira vez

Para acessar o WHM, basta usar o endereço:

http://ip_do_servidor:2086   – versão normal
ou
https://ip_do_servidor:2087  – versão https

Utilize o login root , e a mesma senha de root do seu servidor dedicado.

Em seguida, será necessário realizar a configuração inicial do cPanel. Leia como em: Como configurar o cPanel WHM

Publicado em

Datacenter no Brasil ou no Exterior?

Datacenter no Brasil ou no Exterior? Qual escolher

Datacenter no Brasil ou no Exterior

Primeiro vamos entender o conceito de Cloud computing, entender a necessidade de contratar este serviço e entender as vantagens de um Datacenter no Brasil!

Cloud computing

Você já imaginou ter acesso a todos os seus documentos, folhas de cálculo, fotografias e outros tipos de ficheiros (arquivos) em qualquer lugar onde você esteja?

Sim, hoje isso é possível com o Cloud!

Mas o que é a Cloud?

O conceito de cloud computing ou computação na nuvem nasceu na necessidade das pessoas passarem a ter acesso as suas informações onde quer que estejam.

A cloud ou nuvem é como se fosse um dispositivo de armazenamento de dados colocado na Internet acessível a partir de qualquer plataforma, seja móvel ou não.

Também pode ser um conjunto de serviços oferecidos para se trabalhar em softwares sem ter a necessidade de os instalar.

Vantagens:

  • Disponibilidade em qualquer plataforma e dispositivo e em qualquer lugar do mundo.
  • Economia de custos
  • Facilidade em fazer e restaurar backups.

O que pode ser feito com a cloud?

Com a cloud, você poderá guardar as suas informações e dados (fotografias, vídeos, documentos, etc.).

Por exemplo, você poderá ter acesso as fotos do seu smartphone, diretamente no computador ou no tablet, usando a cloud. Com a evolução do cloud computing, já é possível usar programas diretamente na Internet sem que estes estejam instalados no computador do usuário.

Como ter acesso à Cloud?

Você terá acesso a partir de qualquer computador ou  dispositivos móveis como smartphones e tablets, em qualquer lugar do mundo.

Embora os ficheiros (arquivos) estejam geralmente disponíveis em modo offline, ou seja sem a necessidade de ter uma ligação a Internet, esta irá ser sempre necessária, para sincronizar o que está no dispositivo e o que está guardado no armazenamento da Cloud.

Agora que vc já sabe o que é Cloud, veja o motivo pelo qual escolher um Servidor no Brasil!!!

 Datacenter no Brasil ou no Exterior?

  • Datacenter no Brasil: tende a ser mais caro, mas com uma mínima latência;
  • Datacenter no Exterior: tende a ser mais barato, mas com latência maior.

A contratação de um Cloud fora do Brasil enfrenta problemas de latência pelo fato da distância do host origem ser significativamente grande, aumentando assim o tempo de resposta entre o host origem e o host destino.

Nos mostrando que quanto maior for a distância física maior será a  latência! Por isso dê preferência a servidores localizados no Brasil!!!

 

Gostou do artigo? Curta e compartilhe no Facebook !

Ficou com alguma dúvida ou quer contribuir sobre o conteúdo que tratamos no texto? Quer deixar algumas sugestão para futuros artigos? Escreva seu comentário abaixo!

Publicado em

Streaming de áudio – reviva momentos inesquecíveis!

Com o streaming de áudio você pode fazer uma playlist de músicas e reviver momentos inesquecíveis!!!

“Mais do que selecionar um apanhado de músicas para uma viagem, um momento de fossa ou uma nova paixão, as playlists funcionam como um retrato das fases pelas quais passamos”

Criar uma playlist musical pode trazer aquele sentimento nostálgico na qual todos nós apreciamos. As músicas são testemunhas de tempos passados, como as fotos e as cartas. Muitas vezes podem soar piegas para alguns,  mas é inegável que retratam quem éramos e como éramos!

As trilhas sonoras reproduzem uma parte de nós que é impossível reconstruir por outras vias porque reflete o modo como pensávamos, tanto de maneira racional (retratada na estrutura da lista), quanto emocional (simbolizada pelos artistas e canções escolhidas). Faça a prova, pegue uma velha fita cassete, um CD ou lista de mp3 e veja se aquela pessoa não é um tanto diferente da que você se tornou hoje? Foque nas lembranças, nos momentos… o que sente?… não parece magia?… voltar no tempo?

Bom, se você ainda não tem esse hábito e gosta de música, fica aqui a dica! Experimente fazer a sua playlist. Nunca foi tão fácil organizar e guardar suas canções favoritas, graças às muitas ferramentas ao alcance de praticamente todos. Afinal, a playlist feita hoje pode ser um tesouro no futuro, onde você pode reviver aquele momento único, incomparável e inesquecível.

streaming de áudio

 

“Milhares de pessoas cultivam a música; poucas porém têm a revelação dessa grande arte.”
Gostou do artigo? Então curta/compartilhe no Facebook !

Ficou com alguma dúvida ou quer contribuir sobre o conteúdo que tratamos no texto? Quer deixar algumas sugestão para futuros artigos? Escreva seu comentário!

Publicado em

Live stream e o impacto nas redes sociais!

O live stream esta dominando  as redes sociais e há cada vez mais pessoas fazem uso desta nova funcionalidade de plataformas como Facebook, Instagram e YouTube. A premissa do Live é muito simples e fácil de entender: qualquer um pode filmar direto para todos os seus seguidores, fazendo-lhes chegar em tempo real aquilo que se passa em suas vidas.live stream

A funcionalidade do Live já existia em algumas aplicações, mas reservava-se os direitos apenas a jornalistas e órgãos de comunicação social. No entanto, a democratização desta funcionalidade a qualquer pessoa ou empresa veio revolucionar mais ainda a forma como consumimos redes sociais.

Veja algumas vantagens e desvantagens da live stream de três redes sociais: Facebook, Instagram e YouTube e escolha qual melhor se adequa a sua necessidade!

Live stream e Facebook Live

A partir do momento em que o Facebook anunciou que a funcionalidade de transmissão live seria alargada ao público, o sucesso foi imediato. Sem surpresa alguma, hoje esta é a opção preferida dos utilizadores.

No Facebook Live pode selecionar a sua audiência através de uma lista de públicos, ou seja, uma ferramenta de segmentação que melhora as suas hipóteses dos seguidores acompanhar a transmissão e as live podem durar até quatro horas. Este período de tempo é mais do que suficiente para cobrir eventos, interagir com pessoas, fazer entrevistas, entre outros. Outro ponto a favor é a ambivalência do Facebook Live, que pode ser usado no celular, computador ou tablet.

Após a transmissão do vídeo, o Facebook mantém o vídeo na sua página e guarda as métricas que receber. O pico de espectadores em qualquer momento da transmissão, além do alcance e engajamento – reações, comentários e partilhas – são devidamente guardadas para consulta do gestor da página.

Live stream e Instagram Livestreaming de video

O Instagram é uma rede social com um crescimento surpreendente. Podemos dizer até que o Instagram Live é um dos responsáveis pelo “boom” de popularidade desta rede social.

Diferente do Facebook, a duração das transmissões no Instagram é de apenas uma hora, fazendo desta uma ferramenta útil para casos como interação com seguidores e anúncios pequenos.

Entretanto, as live no Instagram também são exibidas no motor de pesquisa da rede social, o que ajuda a propagar a transmissão a utilizadores que possam estar interessados no conteúdo. Um ponto a favor, à semelhança do que se sucede no Facebook, é que todos os utilizadores são também notificados quando alguém da sua rede de contatos inicia um live.

Um ponto menos favorável é que a transmissão em direto só pode acontecer através do smartphone. No que diz respeito a analytics, o Instagram tem também ainda de melhorar, visto que não conta com uma ferramenta apropriada para análise de métricas, mostrando apenas quantos visitantes estão online e, no fim da transmissão, uma lista com todas as pessoas que assistiram.

O maior problema passa ainda pelo fato de que o vídeo que gravou se perde após terminar, não ficando gravado de forma alguma na sua conta.

Live stream e YouTube Live

Apesar do Facebook e do Instagram serem as principais ferramentas para fazer Live, o YouTube também é uma ferramenta a considerar.

Atualmente, o YouTube é a ferramenta que oferece mais recursos para live, permitindo transmitir durante o período de tempo de que necessita e reunindo ainda informações métricas para avaliar o desempenho do vídeo, além da possibilidade de deixar a transmissão agendada. Nesta plataforma é também possível inserir cartões durante a transmissão, de forma a redirecionar os espectadores para uma determinada página.

A desvantagem em relação às outras redes sociais é o fato do YouTube não dar tanto destaque as live quanto Facebook e Instagram fazem, cabendo ao próprio produtor de conteúdo divulgar a exibição de sua transmissão. Ou seja, mesmo oferecendo mais recursos que ambas as opções anteriores, fazer live no YouTube é recomendado apenas para quem já tem a plataforma como base de seu negócio.

Gostou do artigo? Curta e compartilhe no Facebook !

Ficou com alguma dúvida ou quer contribuir sobre o conteúdo que tratamos no texto? Quer deixar algumas sugestão para futuros artigos? Escreva seu comentário abaixo!